Connect with us

O que procura?

Atualidade

Especialistas revelam que nova variante pode afetar mais as crianças

De acordo com um artigo de cientistas do Grupo de Aconselhamento sobre Vírus Respiratórios Novos e Emergentes (NERVTAG), a nova variante do SARS-CoV-2 tem mutações que tornam as crianças mais propensas a serem infetadas e ficar com COVID-19.

Nas mutações já identificadas do vírus, a faixa etária infantil era menos suscetível de ser infetada, porém, com esta nova variante, tem mais hipóteses de desenvolver a doença do que os adultos.

O investigador e epidemiologista da Imperial College, em Londres, Prof. Doutor Neil Ferguson garante que “há provas de que tem maior propensão para infetar crianças”. “Ainda não estabelecemos a causalidade, mas é possível observar isso nos dados já recolhidos”, explica.

Como explicação, o Prof. Doutor Wendy Barclay, membro da NERVTAG e especialista em Virologia esclarece que, em comparação com as outras variantes, existem mudanças na forma como o SARS-CoV-2 entra nas células humanas, e, por isto, “as crianças serão tão suscetíveis ao vírus quanto os adultos”. Por isto, “observando os padrões, espera-se que mais crianças serão infetadas”, conclui.

Consulte o artigo completo aqui.

Mais Lidas

Notícias relacionadas

Entrevistas

Monitorização digital à distância através de uma pulseira, esclarecimento e apoio à distância na utilização de ventiladores e partilha de formações rápidas em COVID-19....

Entrevistas

A crise pandémica que o país atravessa surtiu consequências diretas nos cuidados de saúde, uma vez que estes foram obrigados a mudar as suas...

Investigação

Leung N et al. publicaram na Nature Medicine que os aerossóis são um modo potencial de transmissão de coronavírus e que as máscaras cirúrgicas...

Atualidade

O pneumologista e coordenador do gabinete de crise da Ordem dos Médicos, o Prof. Doutor Filipe Froes, mostra-se dececionado com a postura da Organização...